Maria Antónia Costa Santos


Pintura, Escultura ... 76 Assinantes Usuário desde 2006
Lisbonne, Portugal

Voltar para a lista Adicionado dia 29 de mar. de 2006


à propos de l'exposition

A propósito da pintura de Maria Antónia Santos alguém aplicou recentemente três simples palavras para a definir: terra, sobriedade, ternura.
Sobre a tapeçaria que actualmente mostra no sempre dinâmico Museu do Traje, o mesmo poderíamos dizer, havendo ainda a acrescentar: serenidade, bom gosto e eficácia visual.
Misturando lã com seda, algodão, juta, estopa e linho, como se de um único material se tratasse, Maria Antónia Santos vai urdindo, qual Penélope à espera de um Ulisses que tarda, teias de maravilha cheias de encanto, onde ressalta não só o equilíbrio da cor mas muito especialmente a harmonia de uma composição onde os volumes aparecem naturalmente como os jogos de rupturas.
Utilizando as várias texturas matéricas de uma forma muito definida e objectiva, Maria Antónia Santos elimina nas suas tapeçarias não só o supérfluo mas tudo o que poderia ser complementar. Isto é, poderíamos falar aqui do rigor quase absoluto.
Com seda, algodão, lã, juta, estopa e linho, e também com fibra acrílica, além da indispensável força criadora se fazem lindas tapeçarias, que antes serviam para tornar os soalhos mais fofos e depois foram promovidas para decoração fina. As de Maria Antónia Santos são modelo de execução.



Rodrigues Vaz

“Correio da Manhã”
22. 4. 1990

 

Comentários

Seja o primeiro a postar um comentário! Entrar

Seja o primeiro a postar um comentário!